De início, gostaria de fazer um pedido especial: sei que a realidade da internet trouxe o costume de textos curtos, que fazem resumos dos resumos de informações, para saciar a pressa e a ansiedade das pessoas. Contudo, se você está acessando está página, buscando a massagem tântrica, certamente deseja resolver, dentre outras questões, a sua ansiedade.

 
Sendo assim, pedirei que você relaxe e leia tudo que está nesta página, com calma, sendo este o seu primeiro exercício de controle da ansiedade. O conteúdo desta página, dedicada a explicar a minha massagem, não é grande. Ele é apenas completo.

 

Irei além: se, eventualmente, você entender que as explicações aqui colocadas não foram suficientes para lhe oferecer as respostas que precisa, sinta-se à vontade para enviar mensagem dando suas sugestões, até mesmo críticas. Este site e este terapeuta estão sempre abertos à evolução, sendo certo que a maior fonte de conhecimento que tenho são vocês, sejam pacientes, sejam leitoras que estão buscando conhecer este maravilhoso universo do Tantra e da massagem tântrica.

 

Antes de continuar a leitura sobre a minha massagem tântrica, quero pedir que leia a página Perguntas Frequentes, pois nela tem explicações muito interessantes. Destaco, que não sou vinculado a grupos, empresas, comunas ou pessoas, etc. Trabalho sozinho e aplico a massagem de forma totalmente livre, no meu formato de atendimento.

 

 

A sessão da minha massagem tântrica leva, em média, entre 2h00 e 2h30mim só de massagem. Portanto, para a primeirra sessão, recomendo que você separe 3h30mim entre chagar e sair do local de atendimento, valendo o mesmo para atendimento em domicílio. Procure, na medida do possível, não ter compromissos muito perto do tempo estipulado, porque pressa e correria geram ansiedades desnecessárias que, após um relaxamento incrível, isso não combinam nenhum pouco, não é mesmo?

 

 

Lei também: Horários de Atendimento

 

 

 



O foco do meu trabalho com a massagem tântrica é o prazer sexual feminino, utilizando o enorme poder do orgasmo, que é curativo, desrepressor e libertador, dentre outros tantos efeitos positivos, capazes de proporcionar uma vida melhor às mulheres por mim atendidas. No entanto, se você acha que o orgasmo é pouco, sugiro que leia meus textos e pesquise. Também sugiro que leia aqui no site os relatos das mulheres atendidas por mim, para saber se realmente é isso que deseja.

 

 

Leia também:

 

Relatos das pacientes

 

Orgasmos, muitos orgasmos, entendam os motivos para o seu bem-estar

 

 

 

A massagem, assim como o orgasmo e o próprio sexo nada mais são do que são meios. A finalidade consiste na felicidade, na leveza de ser e na plenitude. Tratanto o orgasmo como meio, sendo ele o foco, é inevitável que  a minha massagem coloque a paciente em um caminho de ampliação da autoconsciência, autoconhecimento, autoaceitação, que rompa tabus e paradigmas, que promovam desbloqueios dos mais diversos, por meio de um processo fundamental dentro da massagem, que é a respiração em busca da calmaria ou, até mesmo, de um estado meditativo.

 

A proposta de atendimento que trago é de liberdade total. As mulheres podem vir a quantas sessões desejarem e quando desejarem, sem qualquer tipo de pressão para que retornem. Eu sempre aconselho que retornem, porém uma vez apenas, quando entendo necessário. Seja como for, as deixo livres para que façam suas escolhas.

 

 

Leia também:  Nove benefícios do orgasmo feminino

 

 

Neste sentido, é importantíssimo salientar que, tudo que se deseja transformar na vida; toda transformação existencial (para ser mais exato), desbloqueios e rompimentos com as coisas ruins que o mundo traz para nós e que absorvemos, depende de um processo. Pode ser que a primeira sessão seja o bastante? Pode, mas não é o que acontece normalmente, ou seja, na maioria dos casos, é necessario que se tenha continuidade.

 

As mulheres podem e devem viver a experiência da massagem por curiosodade e para sentir prazeres intensos, por exemplo. Tudo é válido, muito livre e aberto. Quando o assunto é existencial, vida, liberdade e prazer, não existe certo ou errado. Existe bom e ruim. Estar margeado por aquilo que é bom ou ruim, para você e exclusivamente para você, permite que o livre-arbítio seja usado na sua plenitude.

 

As mulheres precisam entender que as suas motivações para viverem a experiência da massagem são livres. Não existe certo ou errado, porque isso é coisa que o Senso Comum impregna nas mentes femininas, limitando suas vidas. Então, venha pelo parzer puro ou pela terapeutica. Tudo é válido!

 

 

 

 

Meu atendimento oferece total liberdade para as mulheres e para mim, com muito carinho, principalmente amor e consentimento, sendo certo que á única coisa que não haverá, como nunca houve, é a penetração. Não haverá, não por uma questão de ser certo ou errado, mas sim, porque, não será bom para quem estarei atendendo e para mim. O prazer não está vinculado à penetração, mas sim aos estímulos mais sutis, que é justamente aquilo que as pessoas não estão habituadas e que a massagem e seus toques podem proporcionar.

 

 

Leia também: Perguntas Frequentes

 

 

 

As mulheres são criadas dentro de um modelo patriarcal perverso e falido. Elas crescem e desenvolvem suas sexualidades contextualizadas com opressões e represões, cercada de muitos tabus e paradigmas. Sim, a sexualidade da mulher é cercada de proibições, de certos e errados. Com efeito de todo esse machismo influenciando suas vidas, bloqueios dos mais diversos surgem, causando-lhes muitos prejuizos, não só emicionais, mas também aos seus prezeres, mentes e consciências, não permitindo que se conheçam de fato e consequentemente se aceitem.

 

Infelizmente, nossa sexualidade está definida pela indústria da sensualidade e da pornografia impactando, sobremaneira, as nossas vidas e, consequentemente, nas nossas possibilidades de alegrias e felicidades. O prazer é sim felicidade. O prazer de ser quem somos é algo incrível.


 

 

 

Vivemos nossas sexualidades dentro de padrões que nos são impostos pelos meios de comunicação, bancados por essas indústrias, dos quais não nos desligamos um segundo sequer. Isso acaba nos tornando seres de sexualidade programada, com prazer previsível e padronizado, verdadeiros robôs de um sexo totalmente direcionado. Não bastasse isso, o sexo hoje mais parece ter virado uma grande competição. Precisamos nos desconectar do mundo em volta e buscar um prazer de forma diferenciada, por meio de uma verdadeira reprogramação, passando a sentir os mais suaves e pequenos toques, ou seja, recuperar nossas reais sensibilidades para reestabelecer nossa sexualidade original. Para tal, será necessário focar no nosso EU, fazer o que não fazemos, ou seja, olhar para dentro de nós. Essa viagem ao nosso interior é uma das grandes maravilhas proporcionadas pela massagem tântrica.

A massagem tântrica visa um caminho de alegria, de felicidade, autodescobertas, grande ampliação da autoconsciência, autoconhecimento e autoaceitação. Ela não promove magias, ou milagres, pois isso que faz são as pacientes. Ela apenas desperta, ativa, reativa e resgata energias, sensibilidades, sensações e sentimentos, bem como diversas outras coisas incríveis que estão dentro de cada um de nós, muito bem enterradas pelo mundo externo, cabe salientar. Tudo está dentro de nós. Olhamos pouco para o nosso EU e, consequentemente, não nos conhecemos de verdade.

A massagem tântrica é extremamente sensorial, trabalha a sua bioeletricidade, suas energias sexuais, inclusive as orgásticas, que é o seu ponto mais elevado, sem sombra de dúvidas. Por meio do trabalho com as energias sexuais, nos libertamos de certas energias que não nos fazem bem, aproveitando e trabalhando apenas as que nos elevarão.

 

 

 

 

Está cientificamente comprovado que, no momento que experimentamos o orgasmo, o cérebro segrega enormes quantidades de endorfina, ou seja, neurotransmissores que agem de forma muito semelhante à morfina e, em geral, aos derivados do ópio. Com efeito, temos a sensação de grande plenitude e satisfação. O orgasmo também multiplica por cinco a produção da androstenediona (DHEA) que possui, dentre outras, a função de aumentar nossa energia, promover o sistema cognitivo e ser um poderoso antidepressivo. A produção da serotonina, hormônio da felicidade, também aumenta de forma considerável, regulando estados emocionais, induzindo-nos a um estado de prazer, compreensão e bem-estar. Outro hormônio importante é a oxitocina, conhecida como “hormônio da fidelidade”, importante para o estabelecimento de padrões de simpatia, aumentando nossa confiança e generosidade em relação ao outro. Por fim, temos a vasopressina e a norepinefrina nessa incrível combinação que transforma o orgasmo em pura consciência.


Leia também:


Orgasmo Feminino vira remédio contra males psicoógicos


Mais do que prezer


Quatro orgasmos por semana rejuvenescem até sete anos

 


O orgasmo recupera a autoestima, a autoconfiança e o amor próprio, agindo contra sintomas característicos como a angústia, a ansiedade e a depressão. Os benefícios do orgasmo são diversos e cientificamente comprovados. Mencionem-se ainda as questões comportamentais que melhoram muito o seu dia a dia, seja na forma de se vestir, andar, falar e se relacionar, dentre outras. Trata-se de elevação por meio do prazer; de sentir cada milímetro do seu corpo, em uma viagem fascinante. Digo sempre que a massagem tântrica é um encontro com o grande amor da sua vida: VOCÊ!

A descarga energética mobilizada através do orgasmo também proporciona uma incrível sensação de relaxamento e paz interior, auxiliando a dissolução das angústias armazenadas no peito. O Orgasmo oferece toda a gama de sensações expansíveis que só são possíveis através da intensificação do prazer. O orgasmo na massagem tântrica não é como o usual. Durante a massagem e de acordo com a evolução da paciente, ele pode se apresentar em diversas intensidades, constantes ou não, até os múltiplos, também chamados por alguns terapeutas de hiperorgasmo.

 

 

 

 

Qualquer pessoa que deseje manter-se em perfeito equilíbrio funcional necessita de doses intensas de orgasmos. A falta do orgasmos, ou orgasmos insatisfatórios, causa desequilíbrios no corpo físico, na mente, nas emoções e na dimensão espiritual do ser. 

 

 

 

 

O primeiro passo que a mulher precisa dar é o de se libertar de preconceitos, tabus e paradigmas e tomar a decisão de ir ao local da massagem, sempre de forma pensada e consciente, e se propor a ter uma conversa franca com a pessoa que conduzirá a massagem tântrica. Você tem questões a serem respondidas e motivações para estar ali. Caberá ao terapeuta indicar como você terá as suas respostas.

A verdade é que as mulheres têm suas sexualidades oprimidas pela sociedade, que julga, aponta do dedo e que, no final, acaba sendo vitima dela mesma. A sociedade tende a julgar sem conhecimentos sólidos. Sempre digo que a sociedade não vive suas angústias, seus estresses, suas pressões e as suas ansiedades. A sociedade não ficará triste por você. A sua vida para e a sociedade continua a dela julgando as pessoas, tornando-as cada vez mais infelizes. Mencione-se ainda outros medos que são impostos às mulheres, tais como engravidar, pegar doenças, dentre outros. Definitivamente, a educação sexual disponível para as mulheres não contempla o prazer.

Antes ir para a sessão, é aconselhável que terapeuta e paciente conversem com muita franqueza ao telefone. No dia da sessão existira outra conversa franca. Esta etapa é importante para que a pessoa se abra e abra a mente para receber a massagem tântrica. Sem a mente estar aberta, nada funciona. Sempre digo, por analogia que, você pode ganhar na Mega Sena acumulada, mas se algo estiver te causando incomodo, ou tristeza, a felicidade não será a mesma. No final das contas, quem sempre determinará tudo é a mente. Por isso, a decisão deve ser consciente, sempre.

Toda mulher que busca a Massagem Tântrica tem um objetivo. O fato de uma mulher buscar a massagem, não significa que tenha problemas ou, como as pessoas dizem por aí, de forma completamente errada, que ela seja “sexualmente mal resolvida”. Muito pelo contrário, a mulher que desperta e/ou procura a massagem, geralmente, tem sua mente naturalmente abertíssima e quer se expandir, se descobrir, se conhecer melhor, resolver suas questões e evoluir para a felicidade e plenitude.

Como a massagem acontece com a paciente nua, todo e qualquer tipo de complexo deverá ser deixado de lado e isso é trabalhado durante a conversa. Isso trará enorme sinergia e grande cumplicidade entre a pessoa que conduzirá a massagem tântrica e a paciente. As mulheres costumam achar defeitos nos seus corpos. Para a pessoa que conduzirá a massagem, definitivamente, isso não importa. O que importa é que o corpo é um canal, um templo, para se chegar ao EU da pessoa, à felicidade. Já fiz a massagem tântrica em centenas de mulheres, sendo certo que, em nenhuma delas, estrias, celulites e peso causaram quaisquer diferenças ou interferiram no resultado pretendido. Para a massagem tântrica, o padrão de beleza social não tem menor importância.

 

 


 

 

Como terceiro ponto, tão fundamental quanto à parte psicológica, é a parte de respiração que antecede a massagem. O trabalho respiratório é fundamental se faz com movimentos de inspirar e expirar o ar de forma simples, fácil de ser compreendida. Mas, no tantra, a expiração tem um ritmo diferenciado e é acompanha de um som. É algo simples que evoluirá conforma as sessões. A respiração traz a concentração que a pessoa precisa ter nela própria, uma conexão, um olhar para dentro, ela sendo o centro de tudo naquele momento.

A sessão, só de massagem propriamente dita, leva, no mínimo 2 horas, podendo levar mais tempo, de acordo com a necessidade de cada paciente. Portanto, separe tempo para entrar neste universo só seu! Não marque compromissos muito próximos. Assim que entrar para a sessão, desligue seu telefone. Desconecte-se do mundo, para conectar-se a si.

 

 

 

 

A ideia deste texto é levar até você noções básicas, porém bastante realistas, de como a massagem tântrica se desenvolve no meu atendimento É obvio que cada caso é um caso, que podem existir variações, e que, conforme as sessões forem acontecendo, outros elementos poderão ser trazidos. Porém, sempre aos poucos.

 

 

Com a paciente deitada de frente, sem roupa, porém coberta por um tecido, nos primeiros 15 minutos (em média), podendo levar mais tempo, de acordo com a necessidade cada paciente, será realizado um exercício respiratório com os olhos fechados, tal como mencionado acima. Vale salientar que, após iniciado o exercício de respiração, a paciente não poderá mais abrir os olhos até o final da sessão. Esta etapa é crucial para que a paciente possa mergulhar dentro de si, esvaziar sua mente do mundo externo e passar a olhar apenas para o seu EU, sentindo-se de verdade. Funciona como uma meditação que propiciará sentir a suavidade dos toques com mais intensidade.

A etapa inicial do exercício respiratório eu gosto de trabalhar junto com a paciente, não só para incentivá-la, mas também, para que eu fique concentrado no meu trabalho. É importante mencionar que não inicio a massagem sem que a paciente esteja minimamente conectada a si. Quem avisa sobre esta conexão é a própria paciente. Dou a mão para ela e peço para que a aperte quanto estiver se sentindo conectada. Nada pode ser feito com pressa na massagem. Esta etapa requer muita calma. No inicio é um exercício e, com o passar do tempo, a paciente vai adquirindo ritmo próprio da sua respiração.

Após a paciente consentir o inicio da massagem, são feitos alguns alongamentos em partes específicas do corpo. Posteriormente, um trabalho com as palmas das mãos bem aquecidas por todo corpo, dos pés a cabeça. Isso propicia uma sensação de relaxamento muito importante, aguçando ainda mais a sensibilidade aos toques sensoriais, que serão aplicados em seguida quando do início da massagem sensorial (sensitive).

A massagem tântrica que trabalho é composta por dois tipos de massagens. Tal como mencionado acima, aplico massagem sensorial e, posteriormente, a massagem yoni (vagina em sânscrito).

 



 

O termo "sensorial" nãó é utilizado para designar apenas os toques desta massagem. Ele é bem mais amplo e diz respeito às sensações e emoções que podem ser testadas durante a sessão, bem como as reprogramações e ressignificações que podem acontecer com o passar do tempo. O termo também é valido para tratar das desrepressões e do grande acolhimento que a massagem oferece.

 

Os toques, a respiração em busca da calmaria absoluta e da meditação são elementos importantes da massagem tântrica, oruindos do Tantra, uma filosofia de vida milenar que tem características sensoriais, desrepressoras e matriarcal, ou seja, o oposto da vida que as mulheres têm atualmente.

 

A massagem sensorial trabalha a bioeletricidade por meio de toques e deslizamentos muito leves com as pontas dos dedos sobre todo o corpo, da cabeça até a pontinha dos dedos, explorando algumas partes mais apropriadas que permitirão elevar os estímulos da paciente. Primeiro se faz de frente. Depois de lado, virado primeiro para a esquerda e depois para a direita. Depois de costas. A massagem sensoroal, a priori, é aplicada a seco e não usa óleo. Mas, de acordo com a sensibilidade da paciente e/ou tipo de pele, pode ser adicionado óleo.

A massagem sensorial permitirá que a paciente sinta as suas energias sexuais; a sua eletricidade fluindo por cada milímetro do seu corpo, podendo sentir estágios de extrema excitação, variando com um profundo relaxamento, aumentando ainda mais o mergulho dentro do seu EU.

Terminada a massagem sensitive, com a paciente ainda de costas, inicia-se uma parte de alisamentos com óleo. São realizados diversos movimentos específicos com a finalidade de se começar a conduzir de forma mais intensa as energias em direção as zonas erógenas.

Terminando massagem nas costas inicia-se o preparo para a massagem yoni. Com a paciente ainda de costas, usando-se óleo, começa um trabalho extremamente intenso sobre os pés, panturrilha e depois coxas (parte externa e interna), sempre em direção à yoni. Toda a massagem tem que ir em direção ao órgão sexual neste momento, para que as energias e os estímulos orgásticos sejam conduzidas corretamente. Nesta etapa, a pessoa começa a sentir uma energia orgástica mais intensa, pois se inicia vagarosamente o trabalho na yoni.

Depois de terminada esta etapa a pessoa vira de frente e inicia-se um trabalho todo voltado para a massagem yoni, com trabalho intenso na parte interior das coxas, uma espécie de drenagem que conduzirá os fluidos em direção à yoni, aumentando e emoliência. Depois,  as virilhas, dentre outras partes, utilizando técnicas de deslizamento, incluindo um trabalho na parte inferior da barriga, monte de Vênus e região perineal.

 

 

 

 

 

 

 

Yoni é uma palavra do Sânscrito que significa "passagem divina", "lugar de nascimento", "fonte de vida", "templo sagrado", "portal de luz" e ainda o órgão sexual feminino. Por tratarmos no Tantra a vagina como Yoni, é possível que se tenha uma ideia da grande sacralidade que enxergamos no órgão sexual da mulher e, consequentemente, o grande respeito e a grande veneração que temos por ele

 

Antes de explicar a Massagem Yoni, cabe alguns esclarecimentos: A massagem Yoni não tem a finalidade apenas de estimular o orgasmo. Ela não é meramente masturbatória, embora seja um estimulo fortíssimo que conduza ao orgasmo e que pode servir sim para que se atinja prazeres diferenciados.

 

Ela tem a função de despertar energias adormecidas, principalmente a nossa energia vital, denominada Kundalini, que fica armazenada no “Chakra Básico”, também, chamado de “Chakra Terra”, cujo nome em Sânscrito é Muladhara (“mula” significa raiz, e “adhara” significa base). A massagem Yoni, na região genital, tem por objetivo despertar ou trazer a consciência sobre esta energia latente.

Na região da Yoni, assim como em diversas partes do corpo, existem couraças musculares, ou seja, estruturas que guardam memorias energéticas responsáveis por muitos problemas, associadas a traumas do passado que, sem que percebamos, criam bloqueios nas mulheres, impedindo o pleno desenvolvimento das suas sexualidades. Assim, a medida em que as mulheres tomam consciência disso através da massagem, começam a surgir grandes desbloqueios nas linhas do tempo de seus passados, que estão impedindo os fluxo naturais de suas consciências


Retomando, a próxima etapa, é a massagem na yoni propriamente dita. Na yoni são trabalhados diversos pontos, com vários movimentos suaves, de fora para dentro. Absolutamente todas as partes serão trabalhadas. Apesar de ser a menor parte da massagem em termos físicos, a yoni é de extrema relevância. Mesmo sendo a menor parte, é a mais complexa. A massagem yoni é toda feita com óleo e é extremamente delicada e detalhista.

 

A massagem yoni trabalha absolutamente todos os pontos da vagina e seu objetivo é que a paciente tonifique seu clitóris e os músculos intravaginais, podendo sustentar o orgasmo por mais tempo. Nesta massagem, dependendo das reações da paciente ao estímulos, pode ser usado um "bullet" vibratorio que ajuda muito no processo de tonificação, intensificando também o prazer por meio dos impulsos elétricos.


Terminada a massagem yoni e finalizada a massagem tântrica, a paciente é coberta novamente com tecido, continua a fazer respiração e, aos poucos vai acordando, abrindo os olhos vagarosamente, até levantar-se para tomar um banho quente.

Na maioria dos casos, não é em uma sessão que todos os resultados aparecerão. Dependendo de cada paciente, é indicado haver  continuidade e evolução. Para a imensa maioria das mulheres a massagem tântrica é algo novo, que evolve opiniões negativas e juízos de valor precocemente formados, cercados de muitos paradigmas sobre sexo criados pela própria sociedade. A massagem tântrica não trabalha sexo. Trabalha a sexualidade, algo bem mais profundo e intenso.

Procuro fazer um trabalho em que a pessoa leve aquilo que recebeu para seu dia a dia, seja a respiração como exercício diário, funcionando como meditação, sejam os toques sensoriais, seja o autoprazer aprendendo a massagear sua yoni, ou ainda, utilizando parte dos elementos da massagem para conduzir seu parceiro (ou parceira) na sua vida intima. Não retenho o Tantra. As pessoas precisam expandir levando-o de fato para as suas vidas.

 

Esta explicação é de apenas uma simples sessão. É obvio que, considerando a terpêutica, existirá a necessidade de variações, de colocações de novos elementos. Tudo é visto de acordo com a necessidade de cada paciente. Cada caso é um caso. Cada paciente é única.

 

Esta é a minha metodologia de trabalho. Existem outros. Pesquise a faça sua escolha. Qualquer dúvida, estarei à inteira disposição

 

Gratidão
Marcelo (Prem Prabhu)