O AMOR PRECISA SER COMPARTILHADO
Postado em 06 de setembro de 2019

 

Quando você está disposto a compartilhar o grande amor que tem dentro de si, e falo do amor-próprio como princípio de tudo, consegue ter ainda mais amor no seu coração. Amor: é isso que compartilho com as pessoas que atendo com a minha massagem. E este amor não está restrito às sessões, e nem massagem em si, porque esta energia maravilhosa continua a se propagar naturalmente.

Quando passamos a entender e sentir o amor como uma gigantesca e poderosíssima energia, e não como algo rotulado, considerando que tudo é energia, passamos a querer cada vez mais compartilhá-lo. Trata-se de uma grande rendição.

O amor que tenho dentro de mim está sempre fluindo, circulando, aberto e pronto para ser compartilhado, com quem quer que seja.

Quem está disposto a compartilhar o amor, inevitavelmente, se deparará com a confiança e com a desconfiança. Tal como afirmou Deepak Chopra, "ninguém está errado aos olhos do amor, pois todas as pessoas estão fazendo o melhor que podem, segundo seus níveis de consciência". Cada um tem sua própria consciência sobre o amor, ouso opinar. E temos que respeitar isso.

OBSERVAÇÃO: Eu gostaria de compartilhar com vocês um print de uma conversa que tive com uma paciente (anonimato resguardado) dias e mais dias após a única sessão que tivemos. Mas, não compartilho como forma de alimento para o meu ego ou para mostrar que sou o tal. O desejo de compartilhar, é para mostrar que todos nós podemos levar amor e, de alguma forma, contribuir para a felicidade das pessoas.

Acreditar que com o amor tudo é possível, vai do nível de consciência de cada pessoa. Render-se ao amor é uma escolha. Você compartilha o amor pelo fato de ser, simplesmente, amor.

Todos nós precisamos é de amor. O amor nos eleva!

 

 

 

 

 

Por Mercelo (Prem Prabhu)