Estimulando o clitóris

 

 

Postado em 21 de abril de 2018

 


O Clitóris é um órgão destinado apenas ao prazer, pelo menos é isso que a ciência concluiu até agora. Possui altíssima sensibilidade devido às suas enormes quantidades de terminações nervosas. A quantidade exata de terminações ainda é tema controverso. Mas, já se sabe que são milhares (cara de 8.000) que se comunicam com outras milhares (cerca de 15.000)

Por ser altamente sensível os homens (até mesmo algumas mulheres) interpretam que ele proporcionará níveis excelentes de prazer, independente da forma que for tratado ou tocado. Com efeito, acabam tocando o clitóris de qualquer maneira, muitas vezes de forma grosseira, privando-as de prazeres mais intensos.

 



O fato é que, naquilo que se chama comumente de preliminar do sexo, quanto mais sensíveis e eficientes forem os estímulos clitirianos, mais intensos serão os orgasmos. É necessário entender que a maioria das mulheres, mais de 70%, tem prazer apenas pelo clitóris. Por isso, os homens que realmente querem estimular os orgasmos das mulheres precisam tratar muito bem o clitóris, entender sua anatomia e a sua dimensão física.

Tal como já mencionei em textos anteriores, o último ponto a ser estimulado é o clitóris. Nossos corpos são fontes de prazer incríveis. Somos capazes de chegar ao orgasmo por meio do corpo, obviamente, na média, dentro de um processo que a massagem tântrica trabalha muito bem, sendo certo que cada pessoa terá seu próprio tempo de desenvolvimento e expansão do prazer.

Devido às suas características físicas, busco tratar o clitóris como ponto de maior concentração objetiva de energia sexual, após o Chackra que precisa de tratamento específico, mas isso é tema para muitos outros textos. Sendo um ponto de concentração enorme energia, ela precisa ser muito bem distribuída. Daí a necessidade de se explorar o corpo e a própria Yoni (vagina em Sânscrito) antes e com muita calma. Não se pode deixar toda a concentração no clitóris, pois se isso acontecer, fatalmente veremos as mulheres sentindo irritação, algumas agonias, em vez de prazer. É muito comum, quando o clitóris e tratado de qualquer maneira, existir uma sensação inicial de prazer e, em poucos instantes virem aquelas sensações de irritação.

A natureza cuidou muito bem do clitóris e, por conta do seu altíssimo nível de sensibilidade, deixou a maior parte dele interna e apenas a pontinha (a ponta de um iceberg) para fora, mesmo assim, muito bem protegida por um prepúcio. Temos que prestar atenção ao que a mãe natureza criou e entender que o clitóris é muito delicado:

- Não se explora o clitóris diretamente, tal como mencionado acima;

- Não se toca clitóris de forma brusca, apertando-o e pressionando-o, seja com os dedos, seja com a boca. Os estímulos precisam ser muito delicados. Não é recomendado dar pequenas mordidas no clitóris, nem usar os dentes para estimula-lo. O ideal é que ele seja tocado pela língua ou, em uma sucção no seu entorno, trazendo ele para dentro da boca, criando um espaço, para que língua o toque com leveza. Esta segunda dica é bem interessante;

- Não se faz um único movimento para estimula-lo e devem existir variações, não só do movimento em si, mas também da intensidade (força e velocidade). Aqui é necessário haver bom senso. Seja como for, a delicadeza dos toques se faz necessária para que todos os estímulos sobre as milhares de terminações nervosas possam ser lidas pelo corpo. Algo coerente;

- O Clitóris não pode ser estimulado sem lubrificação. Se ele ficar ressecado, causará irritação, que será de difícil reversão. Use própria lubrificação feminina gerada pelo prazer, a saliva ou óleos. O ideal é que seja a lubrificação natural da Yoni;

- Se o corpo e a Yoni de uma mulher forem estimulados com calma e amorosidade, redistribuindo todas as energias, o prazer e os orgasmos podem ser obtidos pela mulher apenas com sopros sobre o clitóris, para que se tenha uma ideia;

- Após explorar o corpo, a Yoni deve ser explorada de forma especialíssima em cada ponto. São dezenas de possibilidades internas e externas antes de se chegar ao clitóris. Existem muitos prazeres guardados. Esses estímulos podem se feitos com os dedos e com a boca em conjunto.

- O Clitóris pode ser estimulado, com dedos ou boca, junto com a parte interna, às glândulas de Bartholin, de Skene e de Grafenberg, que devem ser tocadas com os dedos e com amorisodade. Não é aconselhável tentar simular movimentos de penetração, um vai e vem sem nexo;

- Evite estimular o clitóris com o pênis. Isso funciona muito bem em filmes pornôs. No mundo real, é necessário sentir os estímulos que estão sendo oferecidos.

- Quando estiver estimulando clitóris, com os dedos ou boca, busque prestar atenção às reações do corpo e não aos gemidos. É muito importante este ponto, pois o corpo de uma mulher reage muito ao prazer.

Pretendo publicar mais textos, detalhando aspectos aqui tratados de forma mais genérica. Tem e vem muito mais temas relacionados direta e indiretamente com este.

É importante salientar que a massagem tântrica, a massagem Yoni especificamente, possui outros propósitos, mesmo sendo ela extremamente prazerosa. Um dos seus objetivos é que o prazer se prolongue e se intensifique.

O objetivo aqui é somar, para que as pessoas obtenham tudo de bom que o prazer possa proporcionar no dia a dia.

 

 

Por Prem Prabhu