Faça a dieta do mundo externo

 


Postado em 03 de janeiro de 2019

 

 

 

Escolha aquilo que você vai absorver. É como se você tivesse de dieta mesmo, pois não deixará de se alimentar, aliás não pode deixar se alimentar, mas pode passar a escolher aquilo que vai "ingerir", seja em termos de qualidade, seja em termos de quantidade.

 

 



Passe a absorver aquilo que te fará bem e que levará você ao seu objetivo. Se, nessa dieta do mundo externo, além de controlar aquilo que "ingere", você tiver que evitar alguns lugares e inclusive pessoas, evite sem pestanejar.

O mais importante é encarar como se estivesse de dieta, buscando reeducar seu mental e seu emocional para que garanta a não ingestão de qualquer coisa, sabendo selecionar aquilo que não vai lhe afetar.

No texto, ou seja, na teoria, parece ser simples, só que não é. Você pode perfeitamente fazer isso sozinho, mas requer certo esforço, às vezes muito esforço. Isso vai depender de cada pessoa. Avalie se precisa de ajuda profissional, pois você está em busca de um resultado, que é o mais importante, e é nisso que precisa focar.

Embora seja uma dieta mais complexa, a do mundo externo, tem uma vantagem. Uma vez que você tenha eliminado todo aquele peso que você obtinha constantemente e carregava, são remotas as chances dele retornar para você.

A dieta do mundo externo é boa para controlar o stress, a ansiedade, as tristezas e sofrimentos, amplia a autoconsciência, traz autoconhecimento e autoaceitação, eleva a autoestima e a autoconfiança, dentre outras maravilhas que, certamente, influenciarão positivamente todos os aspectos da sua vida. Ela atinge a alma!

 


Por Prem Prabhu