INFELIZMENTE, ISSO É MUITO COMUM.

 

Postado em 16 de novembro de 2019

 

 

 

 

 

INFELIZMENTE, ISSO É MUITO COMUM. Mas, tenha uma questão relevante que deve ser colocada em casos como este. NINGUÉM DÁ PRAZER A NINGUÉM. Esta é a grande verdade. O máximo que podemos fazer, é estimular o prazer da outra pessoa. Sendo certo que, com amor, é extremamente melhor.

Muitos questionam se dar prazer e estimular o prazer não são a mesma coisa. Seguramente, pode-se afirmar que há uma abismo enorme de diferença. Isso, porque, quando achamos que somos capazes de dar prazer a alguém, trazemos para nós um poder que não existe; que não nos pertence e isso interfere diretamente no Ego, seja para inflá-lo, quando a outra pessoa atinje o ápice dela, seja para causar sentimentos negativos dos mais diversos, quando isso não ocorre.

Hoje em dia, está cada vez mais comum o sexo contaminado com Ego. Isso se nota com mais intensidade nos homens, que acreditam que a eles pertencem o poder de dar prazer às mulheres.

Neste exemplo, nota-se claramente que o Ego trouxe insegurança, o que fez o homem ficar apressado o orgasmo da mulher.

No meu site tem textos bem legais sobre este tema.

 


 

 

Por Marcelo (Prem Prabhu)