Jamais se culpe. Não cometa este erro!

 

Postado em 28 de dezembro de 2017 (atualizado em 27 de fevereiro de 2019)



 Você não precisa ficar se cobrando, porque, quem se cobra, tem uma espécie de dívida consigo mesma e isso não é nada bom. Você não deve nada a você mesma. No entanto, se acha que se deve, preciso te dizer que este é um tipo de dívida você pode pagar no momento que bem desejar, da forma que bem desejar. Basta dissolver as culpas que carrega em relação ao seu estado atual ou ao ponto que se encontra na vida, e transformar todo esse sentimento em responsabilidade.

Veja que não devem existir culpas, mas sim, responsabilidades. As responsabilidades nos movem. As culpas nos paralisam, nos angustiam, nos entristecem. Estou falando de algo interno, da sua relação com você mesma.

 

 



Sei que tem muita gente que diz "eu me cobro muito". Algumas dizem por dizer. Outras no sentido da responsabilidade. Mas, é fato que a maioria não. A maioria se sente devedora de si mesmo, culpada, criando conflitos internos, por vezes intermináveis, fazendo nascer um inimigo interno que não existe. Afinal, você já viu um devedor, que não sabe como pagar uma dívida, gostar de cobradores?

Na vida, todos nós acertamos mais do que erramos. Assim como nos autofelicitamos pelos nossos acertos, nos autodetonamos pelos nossos erros, por menores que sejam. Vamos de um polo ao outro com facilidade.

A questão é que, quando vamos ao polo oposto do acerto, da forma drástica com a qual estamos acostumados, acabamos por provocar uma autodestruição de tudo aquilo que fizemos de bom. Só os erros contam para nós. Isso está totalmente em descompasso com aquilo que precisamos ter em nossas vidas: responsabilidade, apenas isso.

Um parêntese: seja responsável e jamais culpada. Você pode saber a diferença entre se sentir responsável e culpada. A pessoa que se sente culpada, espera pela sua pena. Já a pessoa responsável assume tudo e busca fazer o que precisa ser feito para resolver o problema. A responsabilidade nos faz reagir em frente.

Lamentavelmente, não somos educados para sermos apenas responsáveis. Somos educados para nós sentirmos culpados. Somos educados em meio a cobranças e aos pecados, ao certo ou errado. Somos criados entre fronteiras e trincheiraz. E existe uma lógica para a sociedade ser cobradora e focar tanto em sentimentos de culpa. A culpa sempre nos torma dependente de algo ou alguem que alivie este sentimento. A culpa pede alento. A responsabilidade provoca reação e independência.

Muitos de nós funcionamos a base de culpas, a esmagadora maioria é assim, lá no fundo. O conjunto; a sociedade, fica em descompasso, prejudicando o indivíduo. A coisa toda retorna para nós. Nosso interior se reflete no exterior, que retorna para o interior. Esse fluxo não para. É uma energia ruim que não para de circular e, por isso, precisamos nos blindar.

Em vez de se cobrar, passe a se esforçar, dar o seu melhor, de forma que possa cumprir aquilo que é de sua responsabilidade. E digo que nem sempre você conseguirá sucesso em tudo, porque nada nem ninguém neste plano é 100%. Mas, se vc encarar isso como responsabilidade, tenho certeza que irá enxergar o que lhe fará acertar e que terá sucesso na sua caminhada. Enfie na sua cabeça, de uma vez por todas, que você é capaz e que não cabem culpas.

Precisamos ter uma relação mais leve conosco, se desejamos ter relações mais leves com as pessoas. Se nos cobramos e nos culpamos, fatalmente, cobraremos e culparemos as pessoas. Lembre-se que tudo começa dentro de nós e apenas se exterioriza. O que somos com as pessoas apenas reflete como somos por dentro.

Não se culpe jamais. Não fique se cobrando. Apenas faça as coisas acontecerem e elas acontecerão, por vezes, não na hora que você quer, talvez não da forma que você projetou, mas elas, certamente acontecerão. Faça a sua parte e deixe fluir, tornando-se uma observadora.

Você pode até usar a expressão "eu me cobro responsabilidades" (eu mesmo a uso, mas como ilustração). Mas, na realidade, você não deve se cobrar isso. Busque carregar o sentimento de responsabilidade; a energia da responsabilidade para com você mesma e, com efeito, se tornará apenas responsável, descartando as culpas que só atrasam sua vida.

Tudo que desejamos fazer deve ser feito de forma leve, sem cobranças e, portanto, sem pressões. Se nos impusermos pressões, nos tornaremos ansiosos e perderemos a capacidade observar, de pensar e refletir. Perderemos a consciência.

Não se culpe diante da suas questões existenciais ou problemas, em nenhuma hipótese, independente da coisa depender, ou não de você. A culpa vai em sentido contrário ao amor-próprio e autoconfiança.

Responsabilidade é liberdade. Culpa é prisão. Culpa é bloqueio! Culpa atrapalha tudo! JAMAIS SE CULPE!

Este texto serve para reflexão. Não há uma obrigação de ter ele como verdade. Não se obrigue! Apenas Leia e absorva aquilo que desejar. Não absorva nada, se você não gostou!

 

 

Por Marcelo (Prem Prabhu)