Massagem tântrica: fato interessante relacionado às mulheres mais tímidas

 

Postado em 30 de julho de 2018

 

 

 

Pode parecer surpreendente, mas não é: as mulheres que mais refletem sobre viver a experiência da massagem tântrica; que, no processo decisório, fazem várias ponderações; que rompem seus tabus e paradigmas; que vencem os receios de ficarem nuas na frente do terapeuta, serem tocadas e estimuladas intimamente e; que chegam para a primeira sessão apresentando certas tensões pelos motivos anteriormente mencionados, são as que melhor aproveitam todos os benefícios da massagem e, consequentemente, têm maior probabilidade de retorno, dando continuidade ao processo. Fato!

 

 



Pessoas mais desentendidas, que não param para se compreender e compreender seus semelhantes, certamente as chamariam de excessivamente tímidas ou travadas. Só que isso, de longe, reflete a realidade delas. Muito pelo contrário. Diria que elas são mais voltadas para dentro de si e ainda mais seletivas quanto ao prazer.

As mulheres tidas como mais tímidas, têm uma tendência maior de olharem mais para dentro de si e refletirem melhor acerca das suas necessidades, prioridades, desejos e objetivos. Elas tendem a ter mais foco nos seus interiores. São mais atentas a elas mesmas e, por mais tensas que cheguem para a primeira sessão, na imensa maioria, nota-se consciência pura sobre a decisão que tomaram. Vejam que eu disse tendência, com base em fatos.

Impressiona a forma como algumas chegam tensas e, ao mesmo tempo, impressiona também o poder de entrega após os 5 minutos iniciais da massagem, que é o tempo médio de derretimento de todas as tensões. Uma vez quebrada essas tensões iniciais elas permitem que tudo flua. Elas mergulham dentro de si e se permitem de uma maneira impressionante.

Se o aproveitamento da primeira sessão é impressionante, da segunda em diante tudo de intensifica ainda mais. Tenho pacientes que chegaram até trêmulas de tanta tensão para a primeira sessão e que, atualmente, estão indo para sexta, sétima, algumas para mais de 10 sessões, retornando mensalmente, bimestralmente, semestralmente, até anualmente de acordo com a necessidade que sentem.

A diferença das que são tidas como mais tímidas para tidas como mais livres (oposto)? Apenas o hábito de olharem mais para dentro se si e a consequente compreensão do que precisam e desejam. Todas são fortes e maravilhosas. Mais uma vez afirmo: não é uma regra, mais sim uma tendência.

Outra característica que as mulheres tidas como tímidas têm, está no fato de contarem suas experiências com massagem tântrica para uma ou duas grandes amigas (ou amigos), em média e no máximo. Mesmo assim, se vislumbrarem que contar a experiência servirá de ajuda. Grande parte sequer conta. As pacientes que mais me indicaram para amigas são as tidas como mais tímidas. Em todas essas indicações notei laços fortes de amizade entre elas.

E tem mais um detalhe: as mulheres tidas como mais tímidas, que viveram a experiência da massagem, aos olhos externos de menor profundidade, quando tratam de sexualidade, parecem ser ainda mais tímidas. Mas, é só uma impressão bem de leve mesmo, pois, na realidade, o excelente nível de compreensão, sensibilidade, percepção e liberdade delas em relação às suas sexualidades, bem como suas reações extremamente positivas, são impressionantes.


Não é uma questão de as mulheres tidas como tímidas serem melhores ou piores do que as tidas como livres. É só o aproveitamento da massagem que tem uma tendência de ser melhor.


Certamente entrarei mais neste assunto, pois ele é vasto.

 

 

Por Prem Prabhu