Não levem o Ego para o sexo

 

 

Postado em 15 de julho de 2018

 

 

 

A pior coisa que pode acontecer é o Ego ser levado para o sexo. Uma vez que se tenha feito isso, toda magia, toda sacralidade, todo o amor, todas as melhores energias do momento e, consequentemente, os orgasmos e o prazer total estarão aprisionados e não se farão presentes, pelo menos da forma como deveriam e com o potencial que a Mãe Natureza os criou. Basta que uma pessoa o leve para que tudo que há de melhor seja retido e o momento sagrado perdido. O efeito é inverso ao que se espera. Em vez de preenchimentos e alegrias, virão vazios e frustrações. Tudo isso tem desdobramentos com marcas que podem permanecer por uma vida.

 



Não queira e, portanto, não se preocupe em ser aquela pessoa que proporcionará o maior prazer da vida de quem quer que seja, porque isso não funciona. Dar prazer não deve ser preocupação, porque ninguém dá prazer a ninguém. O prazer está dentro de cada pessoa, a ela pertence. O máximo que fazemos é estimular e compartilhar.

A melhor maneira de estimular o prazer de uma pessoa é estimulando o seu próprio prazer. É oferecer o que se sente com muita amorosidade e intensidade. É compartilhamento puro. É expansão de autoconsciência; é autoconhecimento.

Não se preocupe com o prazer, apenas relaxe, acalme-se e seja livre. Permita que tudo flua com naturalidade, sem ansiedade. Observe, olhe nos olhos, respire, toque e seja tocado(a), permita-se, liberte-se, divirta-se, renda-se e sinta a energia sexual circular entre você e seu parceiro ou parceira.

Não podem haver preocupações com o sexo e com prazer, por menores que sejam. Não trate o sexo como um boleto bancário ou compromisso. Não jogue tensão sobre o sexo. Em vez de jogarem tensões, fluam os seus tesões, que são puras energias sexuais circulantes, tomando conta dos seus corpos, mentes, almas e das suas existências, para que as explosões dos orgasmos aconteçam entre os vocês e produzam seus milagres.

O sexo é uma grande rendição. Todavia, se você levar o Ego para o sexo, você e quem estiver compartilhando o momento contigo perderão a naturalidade. Certamente, o Ego vai querer determinar e direcionar os acontecimentos. Logo, não há rendição.

O sexo de hoje permite pouco prazer, porque as pessoas estão levando seus Egos para momentos que deveriam ser divinos. Estão querendo ser as pessoas especiais e marcantes das vidas das outras. Algumas até conseguem por algum tempo, mas sempre em uma relação desgastante, que causa angústias, tristezas e sofrimentos a pelo menos uma delas.

Uma das formas mais eficientes de não permitir que o Ego entre no sexo é o diálogo. É preciso que as pessoas transmitam tranquilidade, liberdade e ausências de expectativas. Uma dica legal, é dialogar sobre o que está contido neste texto. O diálogo e sua característica libertadora é muito importante para o prazer. Além disso, o diálogo aproxima, une e integra as pessoas. Ele permite maior percepção de si e da outra pessoa.

O Ego não quer compartilhar nada. O Ego está no sexo para ele mesmo. Não estará por você, nem pela outa pessoa.

 

Por Prem Prabhu