Objetivo do site

 

Gratidão pela visita!


Toda decisão que tomamos deve ser pautada pela consciência. Por isso, optei por criar e manter um site rico em conteúdo, com foco em quem aprecia a boa leitura. Não sou vinculado a nenhum grupo de Tantra, empresas ou clínicas de massagem. Trabalho sozinho, de forma independente, livre e dentro de uma metodologia própria que contem aquilo que absorvi ao longo dos anos e, principalmente, muito amor. Aconselho que não naveguem apenas pelo meu site. É importante pesquisar outras possibilidades para verificar qual será a melhor para você, até porque, certezas, só existirão quando a experiência da massagem tântrica for vivida. Estarei sempre disponível para conversar. Fique á vontade para me chamar no WhatsApp.

 

 

Minha grande motivação para criar este site e, portanto seu objetivo, é que ele tenha um viés informativo, de acordo com a minha forma de pensar e que abra um diálogo com cada mulher que se interesse pelo Tantra e pela Massagem Tântrica. Um diálogo de formato simples. Simplificar, para que as mulheres entendam a importância que a massagem pode ter nas suas vidas, como ferramenta para suas felicidades, plenitudes e elevações.



No entanto, antes de me aprofundar, valem algumas considerações: Penso que a massagem tântrica ou outras terapias que são amplamente oferecidas por outros profissionais do Tantra, muitas delas de altíssima qualidade - eu só trabalho com a massagem tântrica - não dispensa a ajuda de profissionais, tais como psicólogos e médicos, por exemplo. A massagem é uma terapia alternativa que produz excelentes resultados, mas opino que isso não pode servir para a dispensa de outras terapias e tratamentos convencionais, que se mostram eficientes e excelentes. Cada caso de ser avaliado. É assim que penso e trabalho.

Meu trabalho, por exemplo, é voltado totalmente para o prazer, utilizando o orgasmo como meio, expandindo-o pelo corpo para que, a partir dele as pacientes extraiam seus resultados. Não tenho formação acadêmica em psicologia, ou medicina. Não é este meu objetivo e desaconselho que as estações sejam misturadas. No meu trabalho, por exemplo, não traço diagnósticos que invadam áreas de profissionais especializados. O que faço é uma anamnese específica, apenas para entender os motivos de cada pessoa a buscar a massagem tãntrica e oferecer as respostas que ela precisa.

Entenda que, aqui, apenas posso dar a minha opinião. O espaço é meu, afinal. A massagem tântrica pode ser excelente um apoio, mas ela não dispensa tratamentos convencionais de casos como a depressão, por exemplo, que vem afetando cada vez mais as pessoas, com desdobramentos terríveis. Nesses casos, a massagem pode ser sim um grande apoio ao tratamento.

Nesse sentido, entendo ser importante este esclarecimento. No entanto, cabe a você que está lendo pesquisar e fazer suas escolhas. Você está sentindo o problema e deve buscar um profissional para tratar dele, podendo inclusive perguntar se a massagem tântrica servirá de apoio. Independente de qualquer coisa, o importante é você estar bem e ser feliz.

 

Continuando, não estou preocupado se serei escolhido. Isto é o que menos importa neste trabalho. O importante aqui é levar informações sólidas para que vocês conheçam este incrível universo, independente de qualquer outro fator.

Lamentavelmente, a indústria do sexo e da prostituição tem feito um trabalho de massa, totalmente oposto ao que é a Massagem Tântrica. Para vender serviços sexuais, usam o nome que a Massagem Tântrica, nome este construído por terapeutas e grupos sérios, que conseguiram realizar, ao longo de árduos anos de estudos, experimentos e trabalho, algo extremamente concreto. Só usam o nome, mas não fazem a verdadeira Massagem Tântrica. Não há sexo entre paciente e terapeuta. Há sim, muito respeito entre ambos. Existe muito amor, porque a base de tudo é o Tantra. E o Tantra é amor!

Chamo a atenção de quem está buscando a massagem verdadeira e pura: se alguém disser para você que oferece um tal de "mix de massagens", incluindo a tântrica, fique bem atenta, pois, provavelmente, de tantra não terá nada, nenhum elemento, nenhum pilar.

Pretendo sim embasar suas escolhas, seja para experimentar este universo, ou não. Quero que a sua decisão seja, antes de tudo, consciente. Aqui chamo a atenção para a coerência que gosto de trazer: Ora, se a massagem tem como uma de suas grandes funções a ampliação da autoconsciência, nada mais corente do que se tomar uma decisão consciente sobre ela!

A decisão precisa ser tomada por você, apenas pela sua consciência. Não decida com base em opiniões de terceiros, muito menos, pelo Senso Comum. O Senso Comum deveria ser pautado pelo conhecimento adquirido a partir de experiências, vivências e observações do mundo. Mas, infelizmente, preciso dizer uma coisa: Estamos bem longe disso! O Senso Comum é pautado por "achismos" e pelo "eu ouvi dizer". Reflita sobre isso e verá que: só você conhece suas questões; só você vive suas emoções e sensações e; ninguém será feliz, ou infeliz, em seu lugar.

A Massagem Tântrica tem o poder de nos chamar. Geralmente, as mulheres não a experimentam por medos, tabus, paradigmas e preconceitos impostos por uma sociedade hipócrita que tudo faz por debaixo dos panos.

 

Por meio de pesquisas, verifiquei um dado interessante: cerca de 80% dos acessos aos site sobre massagem tântrica são realizados por por mulheres. Porém, cerca de 70% dos pacientes da massagem são do sexo masculino. Isso é prova de que existe algo em descompasso. Pela minha experiência, isso se chama medo, um medo desnecessário. Acredito que a pessoa passe a ter controle sobre a sua vida, apenas quando consegue passar a decidir de acordo com a sua vontade. Portanto, Reaja de todas as formas e não permita que a incompreensão e a ignorância alheia lhe esmaguem.

Por isso, a importância de levar informações sólidas é o meu grande objetivo. Noto que está faltando certa comunicação entre o Tantra e as mulheres. Entendam que, viver a vida, no pleno gozo do direto ao livre arbítrio, priorizando-se sempre, é algo incrível.

Muitos acham que transmitir informações pode levantar ainda mais dúvidas sobre a Massagem Tântrica, principalmente em relação às mulheres. Eu quero mais é que tenham dúvidas mesmo, pois isso é sinal de que estão pensado, refletindo, para tomar uma decisão consciente, seja ela qual for. Recuso-me a suprimir informações e dar continuidade ao raso conhecimento propiciado hoje pela Internet. Me recuso a mostrar apenas o lado bom da moeda.

Um dia, uma semana, um mês, um ano ou mais. Não importa o tempo que a pessoa levará para decidir. O importante é que seja o melhor para ela.

As mulheres precisam buscar suas elevações, buscar a verdadeira felicidade, ampliar suas autoconsciências, entrar em um caminho de autoconhecimento, se descobrirem, olharem mais para dentro de si. Para tal, é preciso se permitir.

Assim como outros acontecimentos das nossas vidas, não temos o dever, muito menos a obrigação, de contar, para quem quer que seja, que recebemos a Massagem Tântrica, ou que optamos por experimentá-la. É algo que podemos, perfeitamente, guardar para nós, mesmo diante de uma grande de empolgação. É algo que diz respeito apenas ao nosso EU.

Não estou aqui defendendo que a massagem deva ser tratada como algo feito as escondidas, clandestinamente, algo proibido. Muito pelo contrário, estou defendendo o nosso direito à intimidade. Estou defendendo que é nossa opção exercermos, ou não, este direito.

Compartilhar, ou não, é uma opção. Mas, se algo nos chama para a massagem tântrica e damos preferência às opiniões externas para fundamentar nossas decisões, estaremos deixando de lado nossa personalidade, nossa capacidade de decidir por nós mesmo os rumos das nossas vidas. Não raras vezes, vivemos frustrações por conta de não escutarmos nosso interior e buscar apoio decisório no externo. Nada é mais corrosivo do que a dúvida de não ter vivido algo que nos fez vibrar.

 

Gostaria insistir em algo importante: busque a massagem tântrica pelo seu todo e não pelas partes que mais chamaram sua atenção, tal como os orgasmos e a possibilidade de orgasmos múltiplos, por exemplo, que são elementos comercialmente atrativos, usados como ferramenta para atrair pacientes. Quando se busca a massagem por partes, passamos a querer controlar os acontecimentos que ela propiciará e isso, inevitavelmente, gerará ansiedades e excessos de expectativas, interferindo em uma das essências do Tantra, que é deixar os acontecimentos fluírem.

 

Faço um trabalho independente. Tenho meu jeito de trabalhar e a minha massagem tem feito bem para muitas pessoas. Trabalho de forma livre, não seguindo grupos de Tantra, suas doutrinas e regras. Não sou terapeuta credenciado pelo Centro Metamorfose e nem tive meu aprendizado lá, cabe salientar, muito embora entenda que o sucesso deste grupo fale por si só, demonstrando sua excelência.

Meu trabalho é todo baseado nas filosofias de Osho, que é definido com NeoTantra. Meu trabalho é o meu trabalho e não o comparo com outros, até porque, estamos falando uma terapia alternativa, não registrada em conselhos, portanto não padronizada por normas e regras legais, tal como outras que já estão e deixaram de ser tratadas dessa maneira. Mais recentemente, vimos isso com a acupuntura.

Portanto, antes de escolher quem vai lhe atender, pesquise e veja o que é melhor para você. Veja como eu penso a massagem tântrica e conclua se ela se encaixa dentro do que você quer. O que posso garantir é que, se você realmente pesquisar, encontrará excelentes profissionais. Procure conversar antes, seja como for. Busque se sentir segura.

 

Espero que gostem do conteúdo do site,

 

Gratidão
Marcelo (Prem Prabhu)

Marc